Cozinhar é uma Arte - Receita Maminha no Vinho Branco - Receita de Maminha no Vinho Branco Seco

Cozinhar é uma Arte – Receita Maminha no Vinho Branco

Cozinhar é uma Arte – Receita Maminha no Vinho Branco

Motivação de Cozinhar

É maravilhoso ver a sensação das pessoas, quando você fás aquela deliciosa receita, é uma experiência recompensadora. Um dia desses eu ouvi uma frase muito interessante, que diz o seguinte:

“Cozinhar também é uma forma de amar os outros”

E acredito fielmente que preparar uma deliciosa receita com carinho e muita atenção acaba resultando em pratos extraordinários. E sem contar que é uma terapia e tanto para aqueles que adoram desbravar esse mundo. Pensando assim, quero trazer com o máximo de detalhes e cuidado, receitas escolhidas a dedo, não simplesmente para agradar, mas para te ajudar a impressionar.

Durante a preparação da receita, é interessante um envolvimento com o alimento que está sendo preparado. O fator psicológico está diretamente ligado na sensação e no resultado final. Durante o preparo, aprecie o cheiro das ervas, prove constantemente seu tempero, experimente a textura da carne, use a mente combinando todos os sabores e sinta o resultado final. Grandes pratos acabam sendo desenvolvidos dessa forma. Existem até mesmo nutricionistas que adotam a prática de envolver as crianças durante o preparo das refeições. Isso cria uma conexão da criança com o alimento, e quebra esta dificuldade que os pais tem de fazer com que elas comam.

Abordagem das receitas

Tratando da abordagem, quero apresentar de uma forma um pouco diferente as receitas do site, mais que não fujam muito da percepção tradicional que estamos acostumados. Uma coisa muito comum que acontece ao utilizar receitas da forma tradicional, e a instabilidade no sabor, uma hora a receita fica boa, outra hora parece que não. Isso acontece por que as medidas não são amarradas com base no peso da carne. A grande maioria das pessoas tem o habito de usar medidas a olho. Isso favorece bastante na acilação dos sabores.

receita da avóÉ claro que não existe um jeito certo ou errado, existe apenas a escolha que mais condiz com o cuidado que quer ter durante o preparo. Se prefere usar medidas a olho tudo bem. Afinal a comida da avó ou da mãe sempre foram feitas a olho e são deliciosas.

Agora se quer aperfeiçoar e mudar um pouco, as dicas abaixo podem ser uteis. Lembrando que para conseguir manter o sabor é interessante ter uma balança. Sei que a maioria das pessoas não tem isso em casa, então as receitas também serão apresentadas de modo tradicional.

Acredito que trabalhar com medidas de porcentagem e balança garantem um padrão nas receitas. Eu cheguei a essa conclusão por que quando fui proprietário de uma Boutique(confira o artigo Boutique de Carnes, em construção), eu vendia carnes temperadas com receitas exclusivas que eu desenvolvi. Assim eu percebi que para manter sempre o mesmo sabor era necessário usar essa regrinha simples de amarrar as medidas com o peso das carnes.  Isso faz com que os preparos fiquem sempre  iguais, mesmo que leve muito tempo para fazer a receita novamente. Resumindo, seguindo essa regrinha de porcentagem que vou apresentar pra vocês, dificilmente vai encontrar variações nos sabores entre um preparo e outro. A menos que perca a mão no sal.

Maminha ao Vinho

maminha com o vinho

Essa é uma receita muito simples mas que causa uma boa impressão nas pessoas pelo sabor diferenciado.

Receita

1 Peça de Maminha preferencialmente com boa capa de gordura(confira o artigo sobre Gorduras e Marmoreio), faça a limpeza da peça para evitar que a carne fique dura(para isso confira o artigo sobre como limpar a Maminha e o artigo Aponevroses(em construção)) Importante anotar o peso da peça já limpa.

13% – Vinho Branco “Seco”. Calcule 0,13 x peso da carne(em kg). É importante que seja seco e no mínimo com uma qualidade moderada.

5% – Alho triturado ou pilado. Calcule 0,05 x peso da carne(em kg).

10% – Cebola picada em pedaços bem pequenos. Calcule 0,1 x peso da carne(em kg).

1 – Pequeno Ramo de Manjericão Francês ou Toscano

Faça furos com o garfo em toda a carne, isso ajuda o tempero a penetrar. Coloque todos os ingredientes junto da carne. Pode ser em um saco ziplok, se tiver condição de embalar no vácuo é ainda melhor, ou use alguma travessa que a carne fique coberta pelo molho. É importante que não seja adicionado o sal. Deixe descansar por 48hrs. Fique tranquilo quanto ao tempo de dois dias, a carne não corre o risco de estragar, desde que a carne seja fresca.

Exemplo de como calcular:

Correto: Carne pesa 0,860 kg. Para o Vinho seria 0,13 x 0,860kg = 112ml, e assim sucessivamente para os outro ingredientes.

Errado: Carne pesa 0,860 kg. Para o Vinho feito de forma errada 0,13 x 860g = 112ltrs, usar sempre o peso em “quilogramas” e não em “gramas”

Modo Tradicional

Para 1,0kg de Maminha

130ml de Vinho Branco Seco

50g de Alho triturado ou Pilado

100g Cebola cortada em pedaços pequenos

1 Ramo de Manjericão

Assado

Deixe o molho reservado. Coloque a peça sobre uma assadeira untada com manteiga. O sal só é colocado na hora de por a Maminha para assar, isso é para evitar que fique muito salgado devido ao tempo necessário de descanso. Não é preciso papel alumínio, pois a acidez do vinho acaba maturando a carne, deixando ela bem macia(confira o artigo maturação, em construção). Por isso a necessidade de um vinho de boa qualidade. Mas se for de seu gosto não tem problema algum usar o papel. O tempo é de uma hora e meia variando de acordo com o forno. Agora salgue a gosto o molho que foi reservado. Regue a peça de tempos em tempos com o próprio molho, isso ajuda a intensificar o sabor. Tome cuidado ao salgar a carne  e o molho, tente equilibrar a quantidade de sal entre ambos. Isso vai evitar que a carne fique salgada enquanto estiver sendo regada.

Sugestão: Esse prato faz boa combinação com legumes na manteiga, saladas e um bom vinho.

maminha assada no vinho branco

Grelhado

Reserve o molho e coloque a peça inteira na churrasqueira  perto do braseiro para que seja selada(confira o artigo Reação de Maillard, em construção). Deixe ate que fique dourada, depois corte a carne em postas aproximadamente de dois a três dedos de espessura(confira o artigo de como cortar corretamente a Maminha). Volte as postas para a grelha e salgue elas a gosto. Utilize o molho que não contem sal, para regar as postas durante a preparação. Obs: Uma outra opção e salgar a carne na hora de servir, para isso use a flor de sal preferencialmente ou sal fino. Confira o artigo sobre Tipos de Sal para seu Churrasco(em construção).

maminha no vinho grelhada

Não esqueça de conferir os artigos que estão relacionados:

Tudo sobre Maminha, Tipos de Sal para seu Churrasco(em construção), Aponevroses(em construção), Reação de Maillard(em construção), Boutique de Carnes(em construção), Tudo sobre Maturação(em construção) e Gorduras e Marmoreio os Culpados pelo Sabor e Suculência

Sega-nos no facebook FIQUEI SEM CHURRASCO

Envie seu comentário